Sandálias com grafismos sagrados para povos do Xingu geram polêmica em rede social  

01 DEZ 2014
01 de Dezembro de 2014
Alguns modelos de sandálias com grafismos indígenas usados por povos do Xingu foram divulgadas neste sábado (29), em um perfil do Facebook com o hashtag #havaianasyawalapiti. O alerta feito por alguns indígenas foi de que as comunidades do Parque Indígena do Xingu (PIX) localizado na região nordeste do Estado do Mato Grosso, não foram consultadas para que o produto fosse feito.

"São 16 povos no Xingu e no Alto Xingu são 9. E esses grafismos pertencem a esses 9 do Alto  Xingu e ninguém foi consultado, nem as lideranças e nem a comunidade." comentou Watatakalu Yawalapiti, da Aldeia Tuatuari, do Povo Yawalapiti.

Os grafismos sagrados como os realizados durante o ritual Kuarup são patrimônio imaterial, a aplicação de algum do desenhos em qualquer produto deve respeitar e garantir o direito autoral das comunidades indígenas. Algumas pessoas se manifestaram surpresas e interessadas no produto. 

A equipe da Rádio Yandê entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Havaianas que divulgou nota: “Tendo em vista o sucesso dos kits promocionais das sandálias do projeto HAVAIANAS TRIBO, e os comentários sem qualquer fundamento ou conhecimento de fato a respeito que vêm sendo divulgados nas redes sociais, a ALPARGATAS S.A informa que obteve, através de termo de cessão de uso e reprodução de direitos autorais sobre grafismos indígenas, nos termos da Lei de Direitos Autorais e da Portaria 177 da Funai, os direitos de reprodução de direitos autorais sobre os grafismos indígenas, conforme contrato escrito, devidamente assinado pelo representante do povo Yawalapiti.”

As denúncias divulgadas na rede social são da suspeita que os envolvidos não representam as comunidades e teriam feito parte do projeto sem informar as lideranças e comunidade.

*Os nomes foram ocultados para preservar a identidade dos envolvidos.


Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2019 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados