Encontro Geral da Juventude Guarani Kaiowá em Mato Grosso do Sul

30 JUN 2018
30 de Junho de 2018
Via Janio Avalo
Grupo de colaboradores Yandê
A Grande Assembleia dos jovens Guarani e Kaiowa teve início em 2012, no tekoha Pirajui, município de Paranhos, Mato Grosso do Sul, edição aonde  protocolamos uma carta recomendação ao MPF exigindo o retorno do magistério indígena Ará Verá de Campo Grande para o cone sul de Dourados. Esta pauta foi uma  grande conquista e avanço para nosso povo originário do Brasil. Em 2014, nos fortalecemos junto com as lideranças do Aty Guasu, Kuñangue Aty Guasu e dos rezadores, e decidimos coletivamente criar a RAJ - Retomada Aty Jovem Guarani e Kaiowa,.

A partir de então, iniciaram as articulações em 2015 para construção da RAJ. Logo após, vieram as primeiras edições: 2016, em Paraguassu; 2017, em Sassoró e na aldeia Te’yi Kue, em Caarapó. Nesse processo, se construíram grandes avanços de retomada de terra, e muitos jovens se levantaram após o massacre de Caarapó, quando morreu Clodiodi de Souza, mais uma vitória fundamental da nossa organização.

Já em 2018, pedimos para todos os apoiadores, arrecadações e recursos financeiros para nos ajudar na questão de transporte, alimentação e estrutura para o encontro da grande assembleia dos jovens Guarani e Kaiowa, envolvendo ônibus, comida para 600 pessoas, lona, banner, chuveiros, gasolina, materiais de higiene (papel higiênico, sabão em barra, etc), entre outras necessidades. A assembleia acontecerá no mês de setembro no tekoha de Porto Lindo, município de Japorã. 

Vamos discutir a educação escolar indígena, saúde e território, como principais eixos de debate. Vamos lutar contra a privatização da água e da nossa terra, que estão sendo vendidas para empresas multinacionais, e combater a invasão dos militares nas aldeias para suposto treinamento, mas que pretende na verdade mapear nosso território para futuros ataques. Vamos lutar também contra a adoção forçada de crianças indígenas, que vem sendo sequestradas pelo Estado, que não respeita os nossos direitos que já estão garantidos na constituição. Tudo isso tem o objetivo de fortalecer nossa autonomia e de decidir o que vai ser melhor para o nosso povo e a nossa comunidade indígena Guarani e Kaiowá.

Fortalecer nossa cultura, espiritualidade, origem, cantigas, língua materna, modo de ser guarani e kaiowa nativo, sempre ligados com os três pilares que vêm fortalecendo a luta para unificação dos povos Guarani e Kaiowa: os movimentos indígenas Aty Guasu, Kuñangue Aty Guasu, e a RAJ.

Assim, iremos resistir para ocupar o espaço que nos pertence, para não silenciar voz da juventude Guarani e Kaiowa!

Venham unificar a luta com a RAJ! Junte-se a resistência!

Ocupar e resistir pelo nosso tekoha!

Venha somar na luta!

Pejupaguasu mitarusukuera nhanhombarete haguã

A juventude guarani e kaiowa persistindo na luta!
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados