Site da Funai é novamente hackeado por AnonPlus

06 JAN 2018
06 de Janeiro de 2018
A Página oficial da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) foi hackeada. Aonde se encontrava as informações da instituição indigenista está o manifesto do grupo hacker AnonPlus. Em dezembro de 2016 o mesmo grupo invadiu o portal por conta da fragilidade do sistema.

Em trecho da mensagem deixada pelo Anonplus eles afirmam defender a liberdade de informação, sem censura. A Funai envolvida em 2017 na polêmica deixada pela distribuição de cargos para o Partido Social Cristão - PSC e demissão de Antônio Fernandes Toninho Costa do cargo de presidente, tem sido alvo de constantes críticas do movimento indígena, servidores e sociedade civil por conta das negociatas internas. 

A militarização da Funai com a presença de um general indicado pelo partido a sua presidência também não é vista com bons olhos por lideranças indígenas. Notas contra nomeação do atual presidente foram feitas por diferentes organizações indígenas mas não foram atendidas pelo órgão.

“Na verdade, Funai é do PSC, do deputado André Moura”, disse o ministro da Justiça Osmar Serraglio por telefone ao Broadcast Político no mês de abril do ano passado. O hackeamento da página pode estar ligado as mudanças que o órgão sofreu nos últimos anos.

A ofensiva ruralista contra a demarcação de terras e favorável ao arrendamento, liberação da mineração e outras ameaças aos direitos indígenas com apoio da bancada evangélica é outro ponto que preocupa lideranças das comunidades.

Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados