Estudante indígena é vitima de racismo no Acre

23 OUT 2017
23 de Outubro de 2017
A Polícia Federal do Acre investiga caso na Universidade Federal do Acre (Ufac), campus Floresta, em Cruzeiro do Sul. Na última quarta-feira (18), a acadêmica de pedagogia Kethyla Taiane Shawanava de Almeida, 18 anos, encontrou uma carta ofensiva deixada para ela com ofensas racistas.

“Não sei quem teve a brilhante ideia de misturar pessoas normais com índios. Porque raça nojenta é essa. Observamos que os professores todos gostam de você, deve ser por ter pena. (…) Tira a tua máscara garota. Deixa de ser essa caboca [sic] nojenta e imunda que tu é”, diz um trecho da carta.

O discurso de ódio gerou indignação de sua família, amigos e professores. A Policia Federal está investigando o caso e também já ouviu a estudante. 
(Foto: Arquivo pessoal ) 
Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados