Lançamento de livros indígenas em Pernambuco

08 MAR 2017
08 de Março de 2017
Os livros “Kapinawá: território, memórias e saberes”, “O tempo e a terra: Mapeando o Território Indígena Kapinawá” e “Etnomapeamento da Terra Indígena Entre Serras de Pankararu”, vão ser lançados entre os dias 10/03, às 18h30, no Centro de Cultura Luiz Freire, em Olinda e 11/03, às 13h, na Aldeia Mina Grande, Terra Indígena Kapinawá em Buíque.

Eles são resultado de projetos realizados com os povos indígenas pernambucanos. Mapeamentos realizados tiveram como objetivo refletir sobre a gestão territorial e ambiental dos territórios originários. Eles foram realizados pela Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí) e o Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF), com apoio/parceria de instituições como a Fundação Nacional do Índio (Funai), o Projeto Gestão Ambiental e Territorial Indígena (GATI), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), do Fundo Mundial para o Ambiente, Global Environment Facility (GEF). Sendo fruto também de projetos de formação com professores/as indígenas desenvolvidos através do Edital Funcultura Independente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Sobre os livros: Kapinawá: território, memórias e saberes
Escrito por professoras e professores indígenas Kapinawá, o livro é fruto de um longo processo de formação que teve início em 2013 e objetivou a pesquisa sobre o território, as memórias e os saberes do povo Kapinawá. Com o apoio de instituições como o Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF) e a Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí), os/as educadores/as puderam produzir, de forma inédita, instrumentos didáticos próprios com registros de sua história, com o intuito de repassar para as novas gerações.
Mais de 150 professores (as) participaram de oficinas apoiadas pela Fundarpe através do Funcultura. Além desses encontros, para a construção deste livro foi importante a participação deles e delas no processo de elaboração do Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) da Terra Indígena Kapinawá (CCLF/Fundo Clima/MMA/Funai apoiado pelo PNUD), com ações desenvolvidas 2015 e 2016.

O tempo e a terra: Mapeando o Território Indígena Kapinawá
Esta publicação é resultado da sistematização das atividades desenvolvidas pelo projeto Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) da Terra Indígena Kapinawá, realizado pelo CCLF que ocorreu em 2015 e 2016. As ações envolveram mais de 200 indígenas, entre eles agentes de saúde e saneamento, professores, lideranças, anciãos e anciãs, jovens e mulheres. O objetivo era realizar diagnósticos participativos focados no mapeamento territorial.
O projeto PGTA Kapinawá estava inserido no âmbito das ações do Projeto de Implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas, nos contextos dos biomas da caatinga e do cerrado. Fruto de uma parceria entre a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), e acompanhado em sua execução pelo Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN). Na sua realização também contou apoio da Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ).

“Etnomapeamento da Terra Indígena Entre Serras de Pankararu”.
O livro foi constituído com o objetivo de apresentar a situação atual da Terra Indígena Entre Serras de Pankararu e os planos de futuro desse povo em relação à gestão ambiental e territorial. Para isso, foi construído um etnomapeamento de maneira participativa em 2014 pelos representantes indígenas de Entre Serras e a equipe técnica da Anaí. Os Pankararu realizaram o seu etnomapeamento motivados pelo desejo de que ele contribua para a garantia  dos direitos territoriais e para o enfrentamento  de desafios no âmbito das questões e conflitos ambientais. O livro também conta com texto de autoria dos próprios indígenas construídos em oficinas que refletiram sobre a temática.
A publicação é fruto da parceria entre o povo Pankararu, da Terra Indígena Entre Serras, a Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí), a Fundação Nacional do Índio (Funai) e Projeto Gestão Ambiental e Territorial Indígena (GATI)


Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados