Contos animados em línguas indígenas são solução criativa de valorização cultural no México

10 JUL 2016
10 de Julho de 2016
O projeto mexicano “Sesenta y ocho voces, sesenta y ocho corazones”, busca valorizar as línguas indígenas mexicanas por meio de contos e relato orais em huasteco, maya, mixteco, náhuatl, totonaco, yaqui e zapoteco. A proposta da produtora Combo é um caminho para ajudar na valorização das culturas dos povos indígenas e a diversidade linguística. 

Conheça alguns dos contos em línguas indígenas:

Cuando Muere una Lengua / When a tongue dies
Língua Náhuatl de la Huasteca de Hidalgo
Seri. El origen de la tierra

Língua: Seri de Punta Chueca, Sonora

Língua: Mayo del Salitral, Sonora

Língua: Tseltal de los altos de Chiapas

A iniciativa ganhou força com a colaboração da emissora do Instituto Politécnico Nacional, la Comisión Nacional para el Desarrollo de los Pueblos Indígenas (CDI), Instituto Nacional de Lenguas Indígenas (INALI) e a produtora Combo.

O objetivo é que os falantes das línguas indígenas sintam a valorização de seus idiomas e aqueles que não conhecem passem a conhecer.

Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados