Unicamp faz acordo para a criação da primeira universidade indígena brasileira 

03 JUN 2016
03 de Junho de 2016

Imagem:Antônio Scarpinetti - Edição: Paulo Cavalheri

Um convênio de cooperação com o Povo Surui Paiter foi assinado pela Universidade Estadual de Campinas(Unicamp), na quinta-feira (02), o acordo estabelecido pelo reitor da Unicamp José Tadeu Jorge e pelo cacique Almir Narayamoga Suruí, que é doutor honoris causa pela Universidade Federal de Rondônia, busca fortalecer ações de inclusão no ensino superior.

"Dentro de um plano de 50 anos, nós queremos implementar uma universidade indígena.", comentou Almir Suruí.

Os principais objetivos da universidade indígena é a capacitação de indígenas para uma melhor gestão de seus territórios, a realização de cursos de educação superior e políticas pedagógicas. A área em que vai ser construída possui 248 mil hectares e fica dentro do território Paiter Suruí, no município de Cacoal, em Rondônia. A expectativa é que possa ser construída futuramente. Vão ser oferecidas duas oficinas uma de multilinguismo e outra multiculturalismo como primeira atividade depois da formalização da cooperação. 

Existem parcerias com docentes da Universidade Federal de Rondônia, Unesp (campus de Marília e de Presidente Prudente), USP e PUC-Campinas. A Unesco e a Universidade Sami (Tromso, Noruega), também  participam da iniciativa. 

Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados