Crianças indígenas Wayúu estão morrendo de fome e sede na Colômbia

02 JUN 2016
02 de Junho de 2016
A situação enfrentada no departamento de La Guajira na Colômbia com as mortes por desnutrição das crianças da comunidade indígena de Wayúu é grave. Quando uma empresa mineira chegou na área, foi diminuindo o acesso ao líquido. Fome e sede são a realidade enfrentada pela população indígena, as temperaturas na região são entre 35 e 42 graus. 

Um fato alarmante é que o rio Ranchería, foi represado para uso exclusivo de empresas dedicadas à exploração de minas de carvão. O jornalista Gonzalo Guillén, conviveu com a comunidade indígena por algum tempo, e fez um um documentário chamado "El río que se robaron", abordando o problema da privatização da água. A denúncia é que milhares de crianças estão morrendo sem nenhuma intervenção do Estado.

O drama vivido pelos indígenas que caminham debaixo do sol em busca de água chegou à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), existe um importante relatório de 2014 da Crisis humanitaria en La Guajira, mas mesmo assim a situação local ainda é complicada pelo descaso das autoridades.


Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados