Pauta de Educação Escolar Indígena é debatida na ALERJ

26 ABR 2016
26 de Abril de 2016
As aldeias indígenas localizadas no Rio de Janeiro sofrem com dificuldades na Educação Escolar Indígena. A pauta da educação escolar indígena foi discutida nesta terça-feira, dia 26, às 17 horas na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ). Aprovada em assembléia do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (SEPE), foi um momento raro no Estado.

Estiveram presentes membros indígenas do Conselho Estadual de Educação Indígena do Rio de Janeiro (CEEI-RJ), o Ministério Público Federal, o Secretário de Educação, parlamentares, indígenas, professores e estudantes. Algumas das reivindicações foram a Criação do cargo de docente indígena, formação específica para os indígenas (Magistério Indígena e segundo segmento), atuação do CEEI-RJ e estrutura física das unidades de ensino. 

"Muitas aldeias estão discutindo em colocar dentro de suas aldeias uma universidade indígena, mas não conseguem implementar uma escola de ensino médio e fundamental dentro das aldeias indígenas", comentou Sandra Benites do Povo Guarani Nhandeva e que na ocasião representou o aldeamento Guarani localizado no município de Maricá em Itaipuaçu.


CARTA ABERTA DAS COMUNIDADES INDÍGENAS GUARANI DAS ALDEIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 

Nós, moradores das comunidades Guarani das 07 aldeias do Rio de Janeiro gostaríamos de denunciar publicamente a situação crítica em que se encontra a política educacional escolar indígena no Estado. 
 
(Em breve link completo da Carta)



Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados