Indígenas Ka'apor instalam câmeras com sensores para flagrar desmatamento ilegal

11 SET 2015
11 de Setembro de 2015
Com apoio financeiro do Greenpeace, os indígenas Ka'apor instalam câmeras com sensores para registrar atividades de extração ilegal de madeira no território indígena. A organização ajuda com porte técnico e treinamento, "Ka Usak Ha", que significa "Guardas Florestais, é como se autodenominam os Ka'apor que fazem o trabalho de vigiar a área indígena.

A TI Alto Turiassú, homologada em 1982, que fica no Maranhão,Estado com o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, sofre com constantes invasões e ameaças dos madeireiros.O Ministério Público move uma ação desde de 2013, com o pedido de que a Funai e o Ibama instalem postos de vigilância, mas até hoje não foram instalados. Cansados de esperar, os indígenas resolveram criar medidas de segurança e vigilância na terra indígena.

Redação Yandê
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados