Dieta descolonizada ajuda indígenas no combate a diabetes nos Estados Unidos e serve de exemplo para outros países

15 AGO 2015
15 de Agosto de 2015
O movimento de dieta descolonizada busca combater a doença entre indígenas americanos, o objetivo é melhorar a saúde e redescobrir alimentos ancestrais, que foram perdidos pelas mudanças de hábitos alimentares.

Habitantes de Little Earth das Tribos Unidas , que é um complexo residencial de baixa renda ao sul de Minneapolis, nos Estados Unidos, estão encontrando maneiras de crescer a plantação que existia. Alguns adeptos tem até mesmo um nome para este conceito: a dieta descolonizada. Por todo o país projetos como o Fazenda Urbana Little Earth (Little Earth Urban Farm) estão mirando os índices assombrosos de obesidade e diabetes que assolam as comunidades indígenas estadunidenses

Os indígenas adultos tem até duas vezes mais chances de serem diagnosticados com diabetes do que a população geral, de acordo com os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças. Devon Abbot Mihesuah, é professora da Universidade de Kansas e autora do livro “Recuperando Nossos Jardins Ancestrais: Receitas Indígenas e Guia para Dieta e Boa Forma”.

Quando os indígenas foram forçados a viver em reservas os produtos do governo substituíram os alimentos não-processados e ricos em nutrientes que eles estavam acostumados a comer. Mihesuah, é membro da Nação Choctaw de Oklahoma que administra o Projeto Indígena Americano de Saúde e Dieta da Universidade de Kansas, este projeto é um exemplo para indígenas que enfrentam o mesmo problema em outros países.

No Brasil não é diferente, refrigerantes e doces estão provocando uma verdadeira epidemia de diabetes e obesidade no Mato Grosso, principalmente entre o povo Xavante. Muitas das mudanças alimentares ocorreram com o começo da entrega de cestas básicas do Governo para povos indígenas. Por causa da dificuldade em conseguir alimentação de outra forma, seja caçando ou nas roças, muitos começaram a consumir alimentos industrializados. A dependência da cesta básica em algumas regiões do Brasil, é uma preocupação, pois além de tornar comunidades antes auto-sustentáveis dependentes, faz com que muitos deixem de plantar seus alimentos. 

No Novo México os programas de alimentação indígena estão trabalhando para preservar as sementes de centenas de anos atrás. Povos da Carolina do norte estão recuperando frutas nativas e vegetais em jardins recentemente situados.A Comunidade Sioux Shakopee Mdewakanton (Shakopee Mdewakanton Sioux Community) estão na linha de frente destes esforços. Lori Watso, uma antiga enfermeira de saúde pública e membro da Tribo Shakopee foi a inspiração para o jardim expansivo e para a loja de saúde natural situados na terra tribal em Prior Lake, Minnesota.

Um número de plantas no jardim vem de sementes hereditárias. Uma vez cultivadas as frutas e vegetais são debandadas entre membros da Tribo Shakopee assim como aos membros de outras comunidades indígenas. Há ainda uma agência de serviço tribal, similar à agricultura familiar comunitária de grupos cooperativos de alimentos orgânicos.O jardim Shakopee Mdewakanton é chamado “Wozupi”, uma palavra Dakota que significa “um lugar onde as coisas crescem.” Desde que começou em 2010 o jardim mais que dobrou de tamanho.Plantar sementes hereditárias é parte do fenômeno de “recuperação cultural” que se espalha através do País Indígena, explicou Rebecca Yoshino, que foi contratada pela comunidade para servir como diretora do Wozupi.

A mudança de mentalidade sobre aquilo que comem e os males que trazem a saúde é um dos pontos de extrema importância para que exista a conscientização do veneno que consomem. O alimento tradicional é um grande aliado contra o fantasma da diabetes que assusta comunidades e diferentes etnias indígenas. Essa doença é ocasionada justamente pela mudança de alimentação destas populações e o consumo excessivo de açúcar. É preciso maior incentivo e apoio para que essas comunidades consigam voltar as suas dietas tradicionais por meio da agricultura familiar e projetos voltados para o resgate da alimentação saudável. 


Redação Yandê com informações do artigo Native Americans turn to decolonized diet to fight diabetes, more.Tradução por José Jefferson.
Voltar

© 2013 - 2015 YANDÊ - A rádio de todos. Todos os direitos reservados